FERNANDO CAMPOS MAIA – EXPOSIÇÃO – “QUEER: A TELA QUE HABITO”


 

O artista Fernando Campos traz a Muriaé a exposição “Queer – A tela que habito”. Com abertura na terça-feira e encerramento no dia 8 de março, a mostra traz à tona questionamento sobre o que poderia ser, de fato, considerado masculino ou feminino na sociedade construída sobre padrões heteronormativos. “Queer” é um xingamento, em inglês, para todo ser humano que tem um direcionamento sexual diferente do que costuma ser considerado “normal”.

Segundo o artista, a série de trabalhos que desenvolve sobre o tema não trata necessariamente sobre sexualidade, mas de gênero.

As pinturas a serem apresentadas na exposição foram realizadas sobre tecido de algodão (lonas) que tem poros, como a pele do ser humano, e serão apresentadas esticadas e pregadas na parede como se fazia antes com as peles dos animais caçados.