10ª Edição do Festival Gastronomia na Serra é recorde de público


A 10ª Edição do Festival Gastronomia na Serra de Pirapanema é um Projeto da Sociedade Musical União dos Artistas, aprovado pelo Governo do Estado de Minas Gerais por meio da LEIC – Lei Estadual de Incentivo à Cultura, que tem o patrocínio master da Empresa ENERGISA.

Este ano, o Festival aconteceu entre os dias 2 e 5 de junho, movimentou o distrito de Muriaé, com visitação de mais de 20.000 pessoas que puderam curtir os shows, apresentações, oficinas, comidas e o VII Open de Parapente, que coloriu o céu.

Além da programação intensa, durante todo o funcionamento do evento também ficaram abertos à visitação o Centro Cultural e Turístico Carmelinda Guarçoni Baesso e, na quadra do distrito, uma feira com exposição de produtos dos parceiros das feiras “Evaldo Calcagno” e “Mulheres Rurais”. O mural com a arte de rua do artista Jhony MisterBod, com tema do evento e localizado na principal rua de Pirapanema, também foi parada obrigatória dos visitantes, que tiraram muitas fotografias em frente ao novo ponto turístico.

O público, que estava ansioso pelo retorno do festival após a pandemia, compareceu em peso e compartilhou os momentos especiais que marcaram a edição – contando com o maior número de visitantes até hoje. Ruas e restaurantes ficaram lotados durante todo o evento, que até agora tem sido assunto em rodas de conversas e muito elogiado por quem esteve presente.

 

Saiba agora como foi cada dia de evento.

 

A abertura oficial do Festival aconteceu na quinta-feira (2/6) e foi feita pelo então Vice-Prefeito, Marcos Guarino, no “Lounge da Serra”, com a presença de demais autoridades e parceiros que receberam o “Prato da Boa Lembrança” diretamente das mãos dos representantes da direção do evento – a Diretora Geral, Gilca Napier, a Diretora Adjunta, Vanderleia Castro, os Coordenadores de Cultura e Turismo, Fernando Paixão e Wania Muahad, e o Presidente da Sociedade Musical União dos Artistas, Anderson Elias Silva.

 

Durante a tarde e a noite, o Senac ofereceu a oficina “Salada Waldorf” e o concorrido workshop “Adentrando o Mundo dos Vinhos”.

 

 

Após a cerimônia, o público curtiu os shows da Banda da Sociedade Musical União dos Artistas e do grupo Boca de Siri.

 

 

Na sexta-feira (3/6) foi inaugurada, ao por do sol, a reforma e reabertura do Centro Cultural e Turístico Carmelinda Guarçoni Baesso, em imóvel que estava desativado e agora volta a funcionar para atender ao distrito de Pirapanema. Compareceram à cerimônia os familiares de Carmelinda, que agradeceram pela homenagem, o então Vice-Prefeito, Dr. Marcos Guarino, e o Prefeito Sr. José Braz (em seu último ato público), que em seu discurso agradeceu ao empenho da equipe da Fundarte focando na importância que os distritos têm nesta gestão, sendo Pirapanema privilegiado, por seu grande potencial em ser um ponto turístico.

 

O público foi chegando cedo para curtir as primeiras atrações da noite: o show do Batuque de 2 no palco do “Lounge da Serra” e o show itinerante da Charanga Pop Street Band, que desfilou pelas ruas animando os presentes com os palhaços da Companhia Anima, dando um toque lúdico que encantou as pessoas.

 

 

O Senac ofereceu a oficina “Cervejando”, enquanto na Cozinha Show, montada pela Fundarte, foi ministrada a oficina “A Arte na elaboração de drinks”.

 

Mais tarde, a praça do distrito ficou lotada com visitantes de Muriaé e de outras cidades da região que subiram a serra especialmente para assistir o tão esperado show do Barão Vermelho. A banda encantou com uma apresentação incrível e o público cantou em coro os seus principais clássicos. A banda também se mostrou envolvida com o mar de pessoas emocionadas que se espalharam pela praça, ruas e até lajes para assisti-los. A troca de energia entre músicos e fãs reverberou e levou o festival a uma noite histórica que ninguém esquecerá.

 

A paisagem da serra de Pirapanema ficou ainda mais impressionante logo cedo no sábado (4/6), com a abertura oficial do VII Open de Parapente. Foram mais de 80 saltos, com atletas que vieram de várias partes do país especialmente para o evento que coloriu todo o céu e trouxe mais charme ao Festival.

O Senac ofereceu três oficinas em sua carreta: “Inhoque Funcional sem farinha de trigo”, “Tartelete de Chocolate” e “Cuscuz Marroquino”. No espaço da “Cozinha Show”, a oficina ficou por conta do renomado chef Felipe Rameh, que ensinou um prato principal e duas sobremesas com elementos locais, trazendo a mineiridade para a alta gastronomia.

O show ficou por conta das bandas Arteria Trio e Couro & Corda, que se apresentaram no palco “Lounge da Serra”. Pelas ruas, durante a tarde, quem esteve presente pode assistir a Roda de Capoeira da “Fundação Internacional de Capoeira – Artes das Gerais”. Já durante a noite, a Charanga Pop Street Band, em conjunto com a Companhia Anima, encantaram mais uma vez os visitantes em duas apresentações, envolvendo o coro que seguia a apresentação.

Mais tarde, no palco da praça, Beto Guedes deu um show que conseguiu afastar a onda de frio que se instalou no sábado. Entre fãs de todas as idades, que vieram de até 500 km de distância para conhecer o cantor, avistávamos pessoas que se emocionavam enquanto cantavam seus clássicos. Beto Guedes sentiu o carinho do público e, entre muitos sorrisos, estendeu o show, emendando músicas mesmo após finalizar o seu repertório. Mais uma vez, a troca de energia entre os músicos e os fãs tomou conta de Pirapanema e marcou a noite na memória das pessoas.

 

Encerrando o Festival no domingo (5/6), amanhecemos com a abertura da janela de parapente, colorindo novamente o céu.

No Lounge da Serra, aconteceram as oficinas de gastronomia infantil, ministradas pela chef Lili Almeida na “Cozinha Show” e a oficina do programa ambiental do parceiro CBA – Instituto Votorantim, para criar tintas coloridas com alimentos.

Os restaurantes abriram para almoço e receberam milhares de pessoas que, mais uma vez, lotaram o distrito. Até o final da tarde, Pirapanema não parava de receber novos visitantes.

Infelizmente, pegos de surpresa pela notícia do falecimento do Prefeito, Sr. José Braz, e seguidos pelo luto oficial do Município, os shows da tarde de domingo tiveram que ser adiados, ainda sem nova data de realização.

A Prefeitura Municipal de Muriaé, a Fundarte e a Sociedade Musical União dos Artistas agradecem aos patrocinadores, apoiadores, parceiros e a todo o público de Muriaé e região, que confiou no nosso trabalho e subiu a serra para participar dessa 10ª Edição, que foi um sucesso além do esperado.

Contamos com a presença de todos no ano que vem. O trabalho continua!