www.fundartemuriae.com.br

Notícias

/ Central de Notícias

UM RECITAL À BRASILEIRA

Publicada em 17/10/16 às 14h28

Aumenta o tamanho da fonte Diminui o tamanho da fonte
Versão para impressão
Enviar por e-mail

Ministério da Cultura, Governo de Minas Gerais, Prefeitura de Muriaé, Fundarte, Energisa e Votorantim Metais 

Apresentam: 

Elisa Lucinda e Geovana Pires em:
UM RECITAL À BRASILEIRA

ÚNICA APRESENTAÇÃO
DIA 26 de outubro - 20 horas
Teatro Municipal Belmira Vilas Boas
Rua Cel Domiciano, 13 - centro

R$20,00 -inteira
R$10,00 -meia

Após temporada de sucesso em Portugal, e em algumas cidades do Brasil, Um Recital à brasileira estreou em janeiro de 2015 no Rio. Com Elisa Lucinda e Geovana Pires no elenco, a peça traz um olhar brasileiro sobre a poesia de grandes poetas da língua portuguesa. O espetáculo da Companhia da Outra combina poesia e teatro com leveza
e humor.
Em 2012 a Companhia foi convidada a abrir oficialmente o ano Brasil Portugal em Lisboa e a excursionar por Porto, Coimbra e Évora, com o Um Recital à brasileira. A habilidade e a destreza com que o espetáculo trata a palavra sem perder a espontaneidade e a emoção, encantaram os portugueses de forma de tão
impressionante que levou o público a seguir a Companhia de uma praça para outra.
Com supervisão de direção de Amir Haddad, o espetáculo reúne poemas de Adélia Prado, Fernando Pessoa, Manoel Alegre, José Régio, Mário Quintana, Bocage, Camões e da própria Elisa Lucinda. As poesias não são apenas ditas, são dramatizadas priorizando um revolucionário modo de dizer poesia, o mais simples, o dito com verdade. As atrizes atuam num roteiro divertido e humano, e desafiam a palavra com imagens significantes em suas interpretações.

“Somos filhos da língua, ela é parte fundamental de nossa identidade. Somos irmãos de Portugal, separados por um Atlântico e unidos pela história. Unir poetas brasileiros e portugueses nos irmana ainda mais. A nossa bandeira é a Poesia”, afirma a atriz e autora da peça Elisa Lucinda.

Em Recital à brasileira as atrizes interpretam a poesia de um jeito simples, coloquial e encantador. “O espetáculo aproxima o público da poesia, que tantas vezes se viu sufocada pelo excesso de formalidades e pompas da habitual declamação”, conclui a atriz Geovana Pires.

A COMPANHIA DA OUTRA:
Criada por Elisa Lucinda e Geovana Pires, a Companhia da Outra busca revelar
para o público a dramaturgia que há sob as palavras e em especial a palavra
poética. A companhia de teatro nasceu oficialmente em Portugal, em 2007,
com a peça “A fúria da beleza”, um monólogo escrito e protagonizado por Elisa
e dirigido por Geovana, inédito no Brasil.
FUNDARTE

HPMAIS