www.fundartemuriae.com.br

Conteúdo

BANDA UNIÃO DOS ARTISTAS

Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Fundada em 11 de abril de 1935 pelo Maestro Octacílio Pereira, compositor do Hino do Centenário de Muriaé, a Banda da Sociedade Musical União dos Artistas é patrimônio cultural de nossa cidade.

No ano de 1974, seu mestre fundador entregou a regência a seu aluno, mestre José Luiz Vargas que, no início deste ano, passou sai batuta para o Maestro Gildson de Araújo Cerqueira.

A Sociedade Musical “União dos Artistas” apresenta-se ativamente nas festividades sócio-culturais e religiosas do município, tendo participado de vários Encontros de Bandas nos municípios mineiros e fluminenses. Apresenta um repertório variado, executando os tradicionais dobrados e marchinhas, mas também composições da música erudita e popular.

Sob a presidência do Sr. Professor Paulo Marques de Lacerda mantêm cursos de teoria musical, instrumentos de sopro e percussão, além dos ensaios junto à comunidade. Destaca-se também a formação de um Conjunto de Câmara e Orquestra de Baile.

A Banda é composta por 40 músicos e se apresenta nas atividades artísticas, sócio-culturais, cívicas e religiosas da região. É mantida pela FUNDARTE - Fundação de Cultura e Artes de Muriaé e pela Prefeitura Municipal de Muriaé.

A Sociedade Musical União dos Artistas foi criada em 11 de abril de 1935 com músicos de uma outra banda mais antiga chamada de Banda do Maestro João de Souza. Recebeu de imediato o estímulo do prefeito da época, Sr. Orlando Flores, e de toda a população através de campanhas para a compra de uniformes e instrumentos. Foram maestros da Banda o seu fundador Octacílio Pereira, Hélio Teófilo dos Santos e atualmente está sob a batuta de José Luis Vargas assistido pelos professores Gildson Araújo Cerqueira e Paulo Marques Lacerda, também presidente da banda. Com aproximadamente 30 apresentações mensais, nestes 71 anos de atividades ininterruptas já participou de mais de 20 Encontros de Bandas nos municípios mineiros, capixabas e fluminenses, de onde trouxe vários troféus e diplomas. Apresentou-se no programa "Lira Xopotó" na Rádio Nacional do Rio de Janeiro. Mantém cursos de teoria, instrumentos e ensaios junto à comunidade e de seus quadros já foram criados uma orquestra de câmara e outra de baile da saudade. Composta de 40 músicos, a Sociedade Musical União dos Artistas é mantida pela Prefeitura Municipal de Muriaé, através da Fundarte - Fundação de Cultura e Artes de Muriaé - que custeia os honorários do Maestro, dos professores de música da banda e também do seu espaço físico (sede). Desde sua fundação em 1935 a Sociedade Musical União dos Artistas vem formando músicos na cidade, alguns deles tendo se tornado maestros e músicos de orquestras e bandas em várias partes do país. Podemos destacar o compositor Alcyr Pires Vermelho, autor de Canta Brasil, Tic Tac do Meu Coração, Laura, entre outras. Nunca, nestes anos todos, a Banda deixou de abrilhantar festas populares, políticas, inaugurações, atividades sócio/culturais e religiosas, quermesses, etc, com sua música alegre e sempre afinada. Em 1995, em comemoração a seus 60 anos, promoveu um grande encontro de bandas com a participação de 25 bandas mineiras. Foi através da Sociedade que se conseguiu aprovar o projeto pela Lei Estadual de incentivo à Cultura para a construção da Escola de Música, para a construção da sede da Banda e para a construção do Teatro Zaccaria Marques.

Sempre participando de festivais e simpósios de Bandas em Minas Gerais e em outros estados próximos, nos últimos anos a Sociedade Musical, junto com a Fundação de Cultura e Artes de Muriaé e a Prefeitura Municipal, vem realizando os Encontros de Bandas da Fundarte, já em sua sexta edição. Em 2005 gravou um CD. Encontros: I Simpósio de Banda de Música de Muriaé – 1974; 15º ano de Encontro de Confraternização de Bandas de Música do Estado de Minas Gerais – Brasília – 1990; I Encontro e Confraternização de Bandas de Música – Maripá de Minas – 1991; Concurso de Bandas de Música Civis de Minas Gerais –Fase Regional – Categoria II – Classificado em 3º lugar – Juiz de Fora-MG – 1992; I Encontro de Bandas de Música do Noroeste Fluminense – 1993; Ação Global – SESI MINAS e REDE GLOBO MINAS, conferido à Sociedade Musical União dos Artistas– 1993; Ação Global - SESI MINAS e REDE GLOBO MINAS, conferido ao Sr Paulo Marques de Lacerda – 1993; I Encontro de Bandas de Música “Maestro Otacílio Pereira”, prêmio conferido ao Sr Paulo Marques de Lacerda – 1995; Honra ao Mérito – Jubileu de Prata da S. M. “Lira da Esperança” – Laje do Muriaé – 1995; 1º Encontro de Bandas de Música – Carangola – 1995; 2º Encontro de Bandas de Músicas do Noroeste Fluminense – Itaperuna-RJ – 1995; 2º Festival de Bandas de Música – Carangola – 1996; IV Encontro de Bandas de Música do Noroeste Fluminense – Itaperuna – 1997; Relatórios das Atividades da Sociedade Musical “União dos Artistas” nos anos de 1997 e 1998; I Encontro de Bandas de Músicas Civis – Varre-Sai-RJ; 3º Encontro Mineiro de Bandas da Fundação Ormeo Junqueira Botelho – Cataguases – 2000; I,II,III,IV,V E VI Encontros de Bandas da Fundarte - anos: 2001, 2002, 2003, 2004, 2005 e 2006; XVI Encontro de Bandas – Cataguases – 2002; XVII Encontro de Bandas – Cataguases – 2003;– 2004; I Encontro de Bandas – Leopoldina – 2004; Ofício Circular nº 50/2004 – Agradecimento pela participação no IV Encontro de Bandas em Visconde do Rio Branco – 2004; 3º Encontro de Bandas de Música – Ervália – 2005; 5º Encontro de Bandas da Fundarte – Muriaé – 2005; I Encontro de Bandas de Música – Manhumirim- 2005.

FUNDARTE

HPMAIS